Curitiba:

Rua Pedro Collere, 35, esquina com Av. Presidente Getúlio Vargas

São Paulo (Unidade 1):

Av. Pedroso de Morais, 2350 - Alto de Pinheiros

São Paulo (Unidade 2):

Av. Pedroso de Morais, 1619 - cj 309

Técncica FUE

O termo FUE significa Follicular Unit Extration. Em português, Extração de Unidades Foliculares. É uma técnica de obtenção dos fios da área doadora conhecida como Transplante de Cabelos "sem cicatriz" linear.

Descrição da Técnica FUE

A técnica FUE consiste da remoção das unidades foliculares, uma a uma, de forma aleatória na área doadorapelo médico cirurgião. As unidades foliculares podem ser compostas de um a quatro fios.

A grande vantagem da técnica FUE é não deixar uma cicatriz linear visível na região posterior, possibilitando o uso dos cabelos bem curtos, até máquina 1. É conhecida como a técnica de transplante capilar sem cicatriz linear.

Isto ocorre porque os orifícios feitos para a remoção dos fios são extremamente pequenos, com 0.8 a 0.9mm de diâmetro. Outra vantagem é que esta técnica pode ser realizada nos pacientes que não possuem boa elasticidade na região doadora, o que impediria a realização de uma megassessão com a técnica FUT - transplante de unidades foliculares com extração de uma faixa de couro cabeludo.

Também é a melhor indicação para o transplante de barba, pois retira-se os pêlos da própria barba preservando as mesmas características da região. Quando há necessidade um maior número de unidades foliculares podemos também obter os fios de diversas outras áreas como tórax e abdomem superior, além do couro cabeludo e barba.

No início, para conseguirmos introduzir o pequeno punch de alguns milímetros corretamente e extrair a unidade folicular sem dano, havia a necessidade de raspar os cabelos. Na clinica Muricy, para realizar a técnica FUE os cabelos da região doadora podem ou não ser raspados, conforme a escolha do paciente. Realizamos o FUE convencional raspado e o não raspado! A diferença entre as duas opções será o tempo e o custo da cirurgia, maior quando os cabelos não são raspados (técnica NO-SHAWING) mais indicado para a cirurgia da calvície feminina.

No FUE, como as unidades foliculares são retiradas uma a uma, o tempo cirúrgico é maior. As megassessões de 2500 a 3000 ufs são realizadas em um dia de cirurgia. Nas sessões acima de 3000 unidades ou nos casos em que os cabelos não são raspados, são necessários 2 dias consecutivos de cirurgia.

Colocação das Unidades Foliculares (Fios)

Para a colocação dos fios são utilizados os chamados “ IMPLANTERS” ( Figura 01), dispositivos semelhantes à uma caneta com um sistema de mola e uma agulha na ponta de 0.8mm de diâmetro para as unidades foliculares de 1 e 2 fios ou 1.0mm de diâmetro para as de 3 e 4 fios. Estas agulhas possuem uma abertura central que possibilita o posicionamento da unidade folicular em seu interior ( Figura 02). Ao introduzir a agulha na área calva e apertar a ponta oposta do implanter, a unidade folicular é automaticamente implantada. A principal característica desta técnica de colocação é que o bulbo ou raíz dos fios não é tocado, somente a superfície da unidade folicular, o que reduz o trauma e aumenta a chance de crescimento destes fios. (Figura 03) . A outra vantagem do uso das agulhas é a alta concentração que se consegue, pois os orifícios produzidos são de 0.8mm a no máximo 1.0mm de diâmetro. O resultado desta técnica é um transplante capilar extremamente natural e com alta densidade.

Figura 01 – Implanters

Figura 02 – Agulha do implanter com abertura central


Figura 03 – Aspecto de unidades foliculares de 2 e 3 fios imediatamente após serem extraídas com a técnica de FUE.

Outros Benefícios da Técnica de FUE

É uma cirurgia minimamente invasiva, onde a anestesia é local com sedação endovenosa, sem necessidade de internação. O pós-operatório é mais tranquilo que na técnica FUT, menos doloroso, com recuperação mais rápida da área doadora, mas também exige cuidados orientados pelo médico.

É indicada para diferentes graus de calvície.

O crescimento dos fios transplantados ocorrerá após 3 meses da cirurgia como na técnica convencional.

Resumo das Vantagens da Técnica de FUE

Informações importantes da Técnica de FUE

História da Técnica de FUE

A técnica surgiu em 2002, quando Dr. Rassman e colaboradores publicaram seu primeiro trabalho descrevendo a metodologia do FUE, que na época foi chamado de Procedimento de FOX. Era usado um punch manual afiado de 1.0mm de diâmetro para a extração dos fios uma a um na área doadora. ( Punch é um instrumento cirúrgico usado para fazer um corte na pele de formato redondo. Possui vários tamanhos, de 0.5 até 9mm de diâmetro. Sempre foi muito usado em dermatologia para a realização de biópsias de pele e couro cabeludo. Figuras 04 e 05 ).

Figura 04- Vários punches de 0.9mm de diâmetro

Figura 05- Cabo para acoplar o punch e facilitar o manuseio

Na época somente 60% dos pacientes estudados pelo Dr Rassman eram candidatos à realização do procedimento pelo alto risco de transecção dos folículos. Rassman et al. orientavam que se limitasse a profundidade da introdução do punch na pele do couro cabeludo na tentativa de reduzir a porcentagem de lesão. Logo após, Dr. Cole desenvolveu um punch manual afiado com limite de introdução na pele ( Figuras 03 e 04 abaixo).  A técnica não foi muito empregada pelo risco de transecção dos folículos pelos punches afiados.

Figura 03- Cabo desenvolvido pelo Dr. Cole com uma ponta emborrachada que regula a profundidade de introdução do instrumento na pele do couro cabeludo.

Figura 04- Punch para ser acoplado no cabo desenvolvido pelo Dr. Cole.

Em 2004, Dr James Harris desenvolveu um aparelho chamado SAFE System ( Surgically Advanced Follicular Extraction = Extarção Folicular Cirúrgica Avançada ). É um sistema que utiliza um pequeno motor e um puch “cego”, não afiado, permitindo a realização da cirurgia com menor índice de trauma folicular e em menor tempo cirúrgico.

SAFE System desenvolvido pelo Dr. James Harris

Um dos grandes experts em Transplante capilar de FUE é o Dr. José Lorenzo de Madrid, Espanha. Ele se especializou nesta técnica e a indica para 100% de seus pacientes. Utiliza um punch manual para a remoção das unidades e os Lion Implanters para a colocação.

Na evolução surgiram muitos outros aparelhos motorizados como o PCID e o CDD Vortex desenvolvidos pelo Dr Jonh Cole. São aparelhos que utilizam os punches afiados.

Também surgiu o Robô Arthas que realiza a extração das unidades foliculares usando um punch rombo externo e um cortante interno. Acreditamos que este sistema robotizado ainda precisa de muitos ajustes, principalmente no diâmetro dos orifícios que produz na área doadora dos pacientes, para se tornar a opção ideal para o cirurgião da calvície.

Em 2016, no congresso da ISHRS ( International Sociey of Hair Restoration Surgery ) foi lançado o WAW system, que está revolucionando a técnica de FUE. É um aparelho que possue um pedal, onde o cirurgião controla a velocidade do movimento de oscilação com os pés. O objetivo é simular o movimento das mãos humanas com uma velocidade mais rápida. A ponteira suíça é mais leve e utiliza um punch híbrido! Ou seja, é um punch não cortante na horizontal, mas cortante nas bordas. Isto possibilita a obtenção de enxertos mais robustos e menor taxa de transecção.

WAW System

Nestes últimos anos a Técnica de FUE foi se popularizando e mais médicos foram dominando a forma de lesar ao mínimo as raízes dos cabelos e realizar o transplante de uma forma menos invasiva.

Atualmente a técnica FUE é realizada pela Clínica Muricy por oferecer os melhores resultados em transplante capilar em nossas mãos.

Para maiores informações entre em contato conosco pelos telefones 41-3242.8371 (Curitiba) / 11-2309.0210 ( São Paulo ) 

Ou por email:

 drmuricy@clinicamuricy.com.br (Curitiba) / dramuricy@clinicamuricy.com.br (São Paulo)