Curitiba:

Rua Pedro Collere, 35, esquina com Av. Pres. Getúlio Vargas

São Paulo:

Av. Pedroso de Morais, 2350 Alto de Pinheiros

Outras Técnicas

FUE e FUT - híbrida ou combinada

Atualmente existem 2 métodos para a realização do transplante capilar de unidades foliculares, a técnica convencional da extração da faixa chamada de FUT = Transplante de Unidades Foliculares e a Técnica de FUE = Extração de Unidades Foliculares uma a uma. A grande diferença entre as duas é a forma como as unidades são retiradas da região doadora na parte posterior do couro cabeludo.

Na técnica FUT o cirurgião remove uma tira de couro cabeludo que mede aproximadamente 25cm de comprimento por 1,5 a 2cm de largura. A região doadora então recebe uma sutura para aproximar as bordas da ferida cirúrgica que resultará em uma cicatriz linear, camuflada pelos cabelos da região. A técnica de FUT possibilita a realização de uma megassessão em um só dia  com a retirada média de 3000 unidades foliculares (ufs) ou mais, com duração aproximada de 6 horas de cirurgia. Uma vez feito o transplante, o paciente deverá usará os fios de cabelos mais longos - no mínimo máquina 4 -, para camuflar a cicatriz posterior.

 

FUE - Descrição da técnica cirúrgica

O termo FUE significa Follicular Unit Extration em inglês. Em português, Extração de Unidades Foliculares uma a uma. É uma técnica de obtenção dos fios da área doadora conhecida como Transplante de Cabelos sem cicatriz linear.

Na técnica FUE, todos os folículos de 1 a 4 fios são removidos da área doadora pelo médico cirurgião um a um de forma aleatória. A grande vantagem da técnica de FUE é não deixar marcas na região posterior, possibilitando o uso dos cabelos bem curtos e até máquina 1. A técnica é conhecida como a de transplante capilar sem cicatriz linear.

Esta técnica esta detalhada em capítulo a parte.